• Ouça a Rádio
  • Galeria de Fotos
  • Vídeos
  • Facebook
  • Twitter
Conexão Jornalismo é o primeiro site do país a merecer o selo verde.
Planvale

Busca

 
Audiência na TV

Segunda-feira, 14 de Setembro de 2020

Globo encerra contratos de Tarcísio Meira e Glória Menezes
Audiência na TV

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook

Conexão TV

Terça-feira, 15 de Setembro de 2020

Rachel Sheherazade é demitida do SBT

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
VER +

Galeria de Fotos

 
 

 
 

Comunidade

home > colunas > saúde > bem estar

Saúde - Bem Estar

 

Quarta-feira, 25 de Março de 2020

Reunião de Bolsonaro com governadores tem bate-boca

O uso político da personalidade e o erro do eleitor
O uso político da personalidade e o erro do eleitor

O encontro convocado entre governadores do sudeste do país e o presidente, realizado via teleconferência, foi interrompido devido a troca de insultos entre Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Dória. Segundo relatou o jornalista Octávio Guedes, da Globonews, o governador de São Paulo partiu para críticas de caráter político, o que irritou o presidente que, horas antes, havia reforçado a tese de que o confinamento precisa ser encerrado para não prejudicar a economia. Também participaram do encontro virtual Renato Casagrande (Espírito Santo), Romeu Zema (Minas Gerais)



Guedes disse ainda que o governador do Rio, Wilson Witzel, sustentou a tese de que manterá no Rio o confinamento social que é uma das armas defendidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para enfrentar o vírus.

O governador de São Paulo foi enfático:
- Estamos aqui, os quatro governadores do Sudeste, em respeito ao Brasil e aos Brasileiros, e em respeito também ao diálogo e ao entendimento. O senhor, como presidente da República, tinha que dar o exemplo. Tem que ser um mandatário para comandar, para dirigir e para liderar o País e não para dividir - disse.

Em sua resposta a Dória, Bolsonaro, segundo revelou Guedes, teria lembrado ao governador que só conseguiu se eleger por ter colocado sua imagem ao do então candidato à Presidência. Disse que hoje o governador só pensa nas eleições de 2022. Outra fonte disse ainda que Bolsonaro usou termos como "demagogo" e "leviano" para se referir a Dória.

Já na noite de terça-feira (24), Bolsonaro, em cadeia nacional, a terceira ocupação de horário nobre da TV em 15 dias, voltou a atacar o confinamento e colocou a Economia como fator mais importante do que a defesa da vida.

O presidente, que teme ver sua aprovação cair ainda mais - hoje menos de 30% dos eleitores aprovam seu governo - buscou alinhar seu discurso ao do presidente americano, Donald Trump, um liberal que também enxerga o lucro como algo mais importante do que a saúde da população.

 

Veja também:

>> Rita Lee e a quarentena

>> Clínica amplia consulta em tempos de coronavírus

>> Missionário americano quer fazer contato com povos isolados da Amazônia

>> "Gripezinha" vira peste para justificar corte de salários dos trabalhadores

>> Número de leitos é determinante para garantir a vida da população

 
  • Enviar para um amigo
  •  
  • Compartilhar no Twitter
  •  
  • Compartilhar no Facebook
  •  
  •  
  •  comentário(s)
  •  
 
Reunião de Bolsonaro com governadores tem bate-boca
 

Copyright 2020 - WebRadio Programa Conexão - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Go2web

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!